Categorias
Curiosidades

8 melhores livros da Agatha Christie

O impacto dos melhores livros da Agatha Christie na literatura não pode ser ignorado. De fato, seus livros, contos e peças de teatro são essenciais para o gênero de suspense e continuam a intrigar os leitores em todo o mundo.

No entanto, o tamanho exagerado de seu catálogo pode ser intimidador para os leitores iniciantes, ou mesmo para os leitores da terceira, quinta ou oitava vez – afinal de contas, ela escreveu 66 romances. Então, assumimos o caso e montamos uma lista dos melhores livros da Agatha Christie.

Os melhores livros da Agatha Christie

Agatha Christie era uma mulher tímida e despretensiosa que provavelmente continua sendo a romancista mais vendida de todos os tempos. Se você é um veterano leitor de romances clássicos de mistério ou procura o livro perfeito para iniciar no gênero, saiba que nenhuma lista de leitura estaria completa sem um punhado de romances de Agatha Christie.

Como uma das autoras mais vendidas de todos os tempos, Agatha Christie compôs nada menos que 66 romances policiais e 14 coleções de contos ao longo de sua vida. Destes, vários títulos foram transformados em filmes, peças teatrais e séries de televisão, mas nada captura o talento de Christie para o mistério e o suspense como os próprios romances.

Embora seja quase impossível escolher um favorito, tomamos a liberdade de selecionar os 8 dos melhores livros da Agatha Christie (em nenhuma ordem específica) para adicionar à sua lista de leitura.

Aqui estão nossas escolhas para os melhores livros da Agatha Christie para qualquer fã de mistério.

Os 8 livros imperdíveis da Agatha Christie

1. Assassinato no Expresso do Oriente

Os assassinatos de Agatha Christie estão sempre acontecendo em espaços confinados, mas isso é apenas porque ela sabia, assim como qualquer escritor que já viveu, que claustrofobia e uma pequena lista de suspeitos são ingredientes essenciais para uma história de mistério envolvente.

E se deve haver um espaço confinado, por que não fazê-lo em grande estilo? As vítimas fictícias de Christie geralmente caíam em ilhas isoladas e barcos de passeio. Em Assassinato no Expresso do Oriente, por exemplo, a história se passa em um famoso trem da vida real. Talvez o mais icônico de seus trabalhos, nenhuma lista dos melhores livros de Agatha Christie estaria completa sem essa obra.

De fato, este romance de mistério é uma leitura obrigatória, sendo adaptada para um filme estrelado por Johnny Depp em 2017. A história segue um dos detetives mais queridos de Agatha Christie, Hercule Poirot, enquanto ele investiga um crime entre um elenco internacional de suspeitos a bordo do glamouroso trem Expresso do Oriente.

2. O Assassinato de Roger Ackroyd

Outro livro essencial de Agatha Christie, estrelado por Hercule Poirot, é O Assassinato de Roger Ackroyd, uma história de detetive requintadamente escrita que inspirou gerações de autores de crimes e mistérios. Sem dúvida, este livro tem uma reviravolta surpresa que até os mais espertos caçadores de mistérios acharão difícil de prever.

3. Noite Sem Fim

De fato, os leitores podem ler os romances de mistério de Agatha Christie por anos e ainda encontrar novos detalhes deliciosos. Noite Sem Fim, por exemplo, marca um ponco de partida do estilo de “assinatura do mestre”. Supostamente um dos favoritos de Christie, esse mistério independente mantém o suspense de uma maneira acima e além do típico romance de Christie.

Noite Sem Fim é mais horror gótico do que mistério, mas ainda é essencialmente Agatha Christie. Para aqueles que são conhecedores dos romances antigos de Christie, Noite Sem Fim é sem dúvida um dos melhores entre seus trabalhos posteriores. Assustadora e complexa, esta fascinante história é uma evidência poderosa de que a autora tinha uma profunda imaginação.

melhores livros da Agatha Christie

4. E Não Sobrou Nenhum

A inspiração para inúmeros escritores e cineastas E Não Sobrou Nenhum é praticamente a história original de férias que deram horrivelmente erradas. Misturando elementos de mistério, suspense e horror, este romance perfeitamente ritmado segue um grupo de personagens.

De fato, este é um dos melhores livros da Agatha Christie, sendo realmente fascinante até a última página. Afinal de contas, você provavelmente nunca vai adivinhar quem está por trás de tudo.

5. Perigo na Casa do Fundo

De fato, é difícil imaginar uma introdução melhor ao gênero de Christie do que Perigo na Casa do Fundo. Afinal de contas, o livro é repleto de glamour, suspense e uma série de pistas habilmente tramadas.

Perigo na Casa do Fundo começa com um assassinato durante uma festa à noite. Este é de longe um dos melhores trabalhos de Agatha Christie para os fãs de romances clássicos de mistério.

6. Os Crimes ABC

Basicamente, todo romance de serial killer e série de TV sobre mistério de assassinato podem traçar sua linhagem até Os Crimes ABC. Em suma, a história segue uma série de assassinatos aparentemente aleatórios (embora conectados em segredo) com vítimas cujos nomes começam com cada letra do alfabeto.

7. A Morte Não É o Fim

Nenhuma formação dos melhores livros da Agatha Christie estaria completa sem A Morte Não É o Fim, um surpreendente romance de mistério histórico que se destaca entre as obras de Christie. A história se passa no Egito Antigo e foi inspirada pelas visitas de Christie à região com seu marido arqueólogo.

A Morte Não É o Fim é um ponto básico do começo dos romances de Agatha Christie. Desta vez, porém, seu romance começa com um reaparecimento: um pai egípcio retorna à sua família, embora com uma nova concubina a tiracolo. De fato, a parte da concubina faz um pouco mais de sentido quando você considera que esse romance se passa no Egito Antigo.

Essa é uma escolha incomum para Christie, pois é o fato de que não há personagens europeus neste livro. Tudo isso cria uma visão única e refrescante do formato de suspense da marca registrada de Christie.

8. Morte no Nilo

Se você ainda não leu, leia este livro antes de ele se tornar um filme em 2020. Este romance leva Hercule Poirot ao Egito, onde um cruzeiro ao longo do Nilo é interrompido quando se descobre que uma mulher jovem, elegante e bonita foi baleada na cabeça.

O mistério é ainda mais fascinante nesse cenário exótico, configurando um dos melhores livros da Agatha Christie.

Categorias
Curiosidades

10 melhores livros do Stephen King para ler antes de morrer

Hoje é dia de boa literatura. Vamos listar os 10 melhores livros do Stephen King!

Se tivéssemos que escolher 20, 30, daria para fazer. Esse é um dos grandes diferenciais do “mestre do horror” em comparação a tantos outros bons escritores que a história teve o prazer de contemplar.

Continue a leitura para conferir os 10 melhores livros do Stephen King.

Os 10 melhores livros do Stephen King

1. Os olhos do dragão (1984)

Comecemos com esta lista de melhores livros do Stephen King com uma escolha não muito óbvia.

King se aventurando na fantasia, fazendo uma releitura de um clássico conto de fadas para tentar desperta atenção de sua filha, então com 13 anos, que declarara que não tinha “o menor interesse em vampiros, demônios e coisas que ficam se arrastando”.

Essa estória do mago da corte de Delain, Flagg, que elabora um plano para matar um rei decrépito e incriminar o herdeiro direto do trono, aprisionando-o dentro de um obelisco, é agradável devido à fluidez da narrativa, arquitetura simples do roteiro que define de forma equilibrada o papel de cada personagem que, juntos, formam uma engrenagem eficiente, exitosa em manter o interesse e o consumo de páginas em um fôlego só.

Geralmente estórias de fantasia inclinam-se para relatos mais densos, mais complexos, com uma infinidade de personagens. Essa não. Mantém a objetividade, fluidez de um conto de fada, mas sem ser infantil.

Acho interessante colocar um livro do gênero entre os melhores livros do Stephen King para lembrar que o “mestre do horror” não se reduz ao estilo que o tornou célebre. Ele manda bem em outros tipos de gêneros também.

2. Carrie, a estranha (1974)

Impressiona como esse livro consegue, em apenas 164 páginas, construir personagens, situações e conflitos tão bem trabalhados e envolventes e jogar o leitor de cabeça no pequeno universo arquitetado. A imersão se deve à sacada de narrar os eventos por meio de notícias de jornais, matérias, revistas, arquivos da polícia. King esbanjando vigor criativo.

Detalhe de Carrie, a estranha é que se trata de uma obra fundamental para a carreira do escritor. Foi o seu primeiro trabalho publicado e que quase o fez desistir de escrever após inúmeras rejeições de editoras.

A obra narra a estória de Carrie, uma adolescente atormentada por guardar um segredo incomum: manifesta, conforme as suas emoções, poderes sobrenaturais que afetam objetos próximos. Por isso, é impedida pela mãe de viver como as garotas de sua idade e vira alvo de perseguição de colegas e professores. Humilhada, planeja uma vingança inesquecível.

3. À espera de um milagre (1996)

Esse livro talvez seja um dos que melhor exploram a habilidade do mestre King em abordar vários gêneros dentro de uma mesma obra – humor negro, fantasia, sentimentalismo, violência – e ainda ser extremamente bem sucedido em construir personagens cativantes.

Pudera, requisito indispensável para gerar ternura ao descrever a relação de um carcereiro da penitenciária de Cold Mountain com prisioneiros no “corredor verde”, corredor da morte, especialmente com o gigante assassino John Coffey, o qual aparenta contar com poderes místicos.

King consegue a proeza de fazer com que um rato, Sr. Guizo, tenha um papel relevante (bem maior do que no filme, mas compreensível, afinal, a dificuldade imposta pelo formato é evidente).

E por falar em formato, claramente o livro leva vantagem em relação à telona por ter mais  condições de fornecer densidade de relatos, interações, o que sempre colabora para a construção do envolvimento do leitor com os personagens.

4. A metade negra (1989)

Entra na lista dos melhores livros do Stephen King por ser um dos trabalhos que mais se aprofundam na psique do personagem central, dissecando o seu modo de agir e pensar com tamanha profusão de detalhes que certamente causa identificação em qualquer pessoa com hábitos e gostos parecidos que em algum momento já tenha se envolvido com projetos, processos de criação.

A escalada da tensão é perceptível a cada virada de página, o que torna A metade negra um ótimo livro de suspense.

O volume conta a estória de um escritor de violentos livros criminais que decide se livrar do pseudônimo literário que utiliza para assinar suas obras com um enterro simbólico.

O que ele não podia esperar é que seu alter ego reapareceria em carne e osso revelando-se como o seu lado negro – e sedento por vingança.

5. O iluminado (1977)

Poucas experiências são tão marcantes na literatura do que perceber a loucura introduzindo-se paulatinamente (entendeu, Nicholson?) ao folhear de cada página.

Ser capaz de transformar objetos inanimados em personagem com vida própria e personalidade é para poucos.

Genial.

Sem dúvida, um dos melhores livros do Stephen King.

Quando Jack Torrance consegue um emprego de zelador em um velho hotel, tudo indica que seus principais problemas cessariam. Porém, o local demonstra-se um território dominado por forças malignas.

melhores livros do Stephen King

6. It – a coisa (1986)

Obra que se tornou pop novamente com a bem-sucedida adaptação recente para o cinema e por ter méritos óbvios.

Mais do que uma estória de terror, é uma estória envolvente, fluída, com personagens bem trabalhados e o mesmo quanto a estrutura narrativa, que transita entre passado e presente, jovem, adulto, mas sem causar confusão. Timing perfeito.

Novamente, a profusão de detalhes se destaca no papel de tornar o absurdo, o sobrenatural, crível.

Não poderia ficar de fora da lista dos melhores livros do Stephen King.

Aproveita e se liga na sinopse: sete adultos voltam à terra natal, em Maine, 30 anos depois de enfrentarem uma temível entidade sobrenatural que deixou marcas terríveis na cidade. Eles voltam para cumprir um pacto de sangue que fizeram quando crianças para combater o retorno do ser malévolo – que reúne forças para assombrar novamente o local.

7. Sob a redoma (2009)

Aprendi ainda no ensino médio por uma excelente professora de português que o segredo para ler os clássicos de nossa literatura é tolerar as 60 primeiras páginas, porque todo começo é meio arrastado, prepara demais o terreno com minuciosas descrições (O guarani que o diga), mas depois a estória pega no tranco e você não consegue larga mais.

Com Sob a redoma, essa “lei” deve ser aplicada, porém, a tolerância tem que ser maior: 200 páginas. O livro tem 960, então… Compensa. E como compensa o sacrifício!

Depois de todas as peças alinhadas no tabuleiro, meu amigo, é uma reta a 300 km/h até o fim, sem pit stop.

A sinopse é a seguinte: um campo de força se materializa subitamente em uma cidade do Maine, isolando os seus cidadãos do resto do mundo. O livro se debruça sobre a reação dos moradores ante ao acontecimento peculiar, os conflitos, os questionamentos, a luta pela sobrevivência.

Vale lembrar que essa obra também foi adaptada para a TV em formato de série. Foram 39 episódios divididos em 3 temporadas. Under the dome foi originalmente transmitida pela CBS.

8. Saco de ossos (1998)

Um escritor amargurado pela morte da esposa vive uma rotina de pesadelos e crise de criatividade. Decide retornar à cidade onde passou momentos felizes com a falecida esposa.

Mas a cidade está mudada e a mercê de um poderoso homem cruel capaz de tudo para arrancar a neta da guarda de sua jovem mãe viúva.

É neste local que Mike Noonan volta a escrever e vive a tormenta de pesadelos cada vez mais assustadores.

É um dos melhores livros do Stephen King por reunir todas as virtudes que lhe são características: ritmo, construção de personagens, estória envolvente – e um final espetacular.

9. A zona morta (1979)

Um simplório professor secundário acorda de um coma de cinco anos com uma deformação cerebral, nomeada pelos médicos como “zona morta”, que o impede de reconhecer determinados objetos.

Contudo, essa região afetada o dota de capacidades únicas como prever o futuro, poder que se torna um fardo ao conhecer um inescrupuloso político que o faz ter o vislumbre de um futuro terrível onde os Estados Unidos mergulham em uma guerra nuclear e sob o comando do cidadão que acabara de conhecer.

Qual postura adotar?

Sofrer as consequências em silêncio ou decidir por uma medida drástica?

Destaco desse livro a criatividade de sua premissa, o conceito da “zona morta”, a singularidade do problema do protagonista que não consegue identificar certos objetos e por seguir pelo caminho menos óbvio.

Não é uma obra de ação, trata de questões políticas e relações familiares. E tem um final emocionante. Um dos melhores livros do Stephen King, sem dúvidas.

10. Quatro estações (1982)

Novamente King saindo da zona de conforto com quatro contos que tratam de temas que levam à reflexão, despertam sentimentos de nostalgia, empatia, desespero.

Não são propriamente de terror e horror, apesar de terem umas pitadinhas do gênero.

Os três primeiros contos foram adaptados para o cinema: O aprendiz (Verão da corrupção, no livro), Conta comigo (Outono da inocência, no livroUm sonho de liberdade (A primavera eterna, no livro). Não precisa escrever mais nada.

O último conto, Inverno no clube, é tão bom quanto os outros.

Considerações finais

O que você achou dessa seleção de 10 melhores livros do Stephen King? Quais deles você já leu? Conte para nós nos comentários!

Categorias
Curiosidades

Onde encontrar livros em PDF gratuitos sem ferrar a vida dos autores

Não era bem um plano ler livros em PDF, mas aí surgiu aquele trabalho de escola pedindo a leitura de um livro que não te atraiu nenhum pouco.

Pior: não achou resumo na internet, ou seja, aparentemente não foi só você que não foi com a cara dele. Então, você pensou: “Vou ter que gastar uma grana para comprar uma obra que vai me fazer sangrar os olhos de tão chata? Deixa eu ver esse negócio de livros em PDF…”

Você sabe que isso não é bacana, certo? Isso ferra a vida do autor. Principalmente o autor brasileiro.

Porém, há meios de você obter livros em PDF sem necessariamente ferrar a vida do pobre coitado do escritor, seja ele brasileiro ou não.

Há livros que são de domínio público, que bibliotecas públicas deixam à disposição das pessoas para serem baixados gratuitamente. Revistas, eletrônicas ou não, também adquiriram hábito de liberar livros inteiros digitais sem custo algum. Até empresas com objetivos promocionais, de marketing, às vezes fazem isso.

O livro que você está procurando pode estar lá, dando sopa, de graça, e você aqui procurando sobre livros em PDF “piratões”.

Se a obra que procura saiu da lousa do seu professor, é bem provável que não seja a publicação mais recente do mundo. Deve ser um clássico, uma obra com várias edições, que já passou na mão de várias editoras, já deve ter estrada considerável se foi parar no radar da academia.

É grande a chance de estar no bolo de obras de domínio público disponíveis em forma de livros em PDF ou outro formato digital gratuito.

Onde procurar por livros digitais gratuitos sem ficar com a consciência pesada?

Livros em PDF na Cultura Acadêmica

A Cultura Acadêmica faz parte da Universidade Estadual Paulista (UNESP) e deixa à disposição da galera dezenas de obras acadêmicas para download gratuito. Precisa ser aluno da universidade? Não. Precisa enviar alguma documentação para um espaço físico? Não.

A única coisa que precisa é fazer um cadastro rápido no site para que eles possam pegar o teu e-mail e encher a tua caixa de mensagens com… mensagens. Provavelmente com o objetivo de arrancar dinheiro seu de outra forma.

Mas algo que virou habitual, convenhamos.

É só dizer não ou ignorar. Um preço baixo a se pagar para ter um livro inteirinho de graça.

Link aqui: Cultura Acadêmica

Livros em PDF de Domínio Público

Esse aqui é bom você correr enquanto ainda dá tempo. Do jeito que o atual governo é avesso à educação e está passando a tesoura em tudo que é lugar, não irá causar espanto que tire do ar essa plataforma de livros em PDF gratuitos.

São 186 mil obras gratuitas. Basta uma busca simples para encontrar os livros que deseja. Há, por exemplo, a obra completa do bruxo do Cosme Velho, Machado de Assis, entre diversos outros escritores.

Link Aqui: Domínio Público

livros em PDF

Livros em PDF na Biblioteca Virtual

Esse nome dá a dica, não é mesmo? E faz realmente jus ao título. Nem precisa baixar livros em PDF nesse caso, pois o acervo fica online no site.

Basta clicar na obra de interesse e começar a ler na própria página. Mais prático, impossível. Claro que irá precisar de conexão com a internet. Se a única coisa que não falta na sua vida é internet, então, vai na fé.

São diversas obras de domínio público e em língua portuguesa. Há até os trabalhos de Santos Dummont para conferir.

Link aqui: Biblioteca Virtual

Livros em PDF na UFRGS

A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) também coloca à disposição do público uma série de livros em PDF. Nesse caso, são mais voltados para a turma de Exatas, livros direcionados tanto para professores como para alunos.

Um dos livros, por exemplo, é “Matemática, Mídias Digitais e Didática: tripé para a formação do professor de Matemática”.

Link aqui: UFRGS

Livros em PDF na Virtual Books

Se procura livros em PDF em vários idiomas e livros infanto-juvenis, a Virtual Books será uma boa opção para você.

São obras disponíveis em alemão, francês, inglês, espanhol, italiano e claro que não fica de fora a língua de Camões e Fernando Pessoa. Inclusive, no site, há obras desses dois gênios das letras.

Você pode encontrar as obras fazendo uma busca simples digitando o nome do livro ou conferir por sessões separadas por idiomas. Essas sessões listam as obras por ordem alfabética. Basta clicar para receber em sua tela o livro em formato PDF para ler online ou baixar direto no seu dispositivo móvel ou no PC.

Link aqui: Virtual Books

Livros em PDF no Sistema Integrado de Bibliotecas (USP)

Se até agora pensou que será muito difícil encontrar o livro que procura, pois mesmo não sendo um livro contemporâneo é difícil de encontrar por ser raro, pode se surpreender com essa dica.

O Sistema Integrado de Bibliotecas da Universidade de São Paulo (USP) tem um acervo de livros em PDF gratuitos voltado para obras raras.

Não só obras raras, mas documentos históricos também. Sabe aquele texto de agronomia do século XIX que você tem certeza que não vai encontrar na Saraiva, no Submarino ou outra varejista de livros? Nessa biblioteca virtual da USP, tem grande chance de encontrar, meu amigo.

Link aqui: Sistema Integrado de Bibliotecas da Universidade de São Paulo (USP)

Livros em PDF no Free E-books

Aqui você encontra não só livros em PDF como também em e-pub, txt e outros formatos. É uma excelente opção para quem está a fim de leituras mais contemporâneas que explorem o mercado emergente de escritores, que fujam um pouco do mainstream.

São livros de ficção, mistério, aventura, romance, não ficção, acadêmicos, autoajuda e muito mais.

Enfim, opções não faltam. Pode ler no seu celular, PC ou Kindle. Tudo rápido e fácil. E se você tiver um livro na gaveta e quiser publicar na plataforma, você pode fazer também.

Link aqui: Free E-books

Livros em PDF na Biblioteca Digital Mundial da UNESCO

Seguindo com a lista de livros em PDF gratuitos, a UNESCO também disponibiliza um endereço eletrônico para que usuários do mundo inteiro possam ter acesso aos mais diversos tipos de obras.

O acervo conta não só com boa quantidade de livros, mas também documentos raros, mapas, gravuras, um portfólio bem variado.

O procedimento é bem simples. Basta buscar pelo livro desejado ou procurar por temas, clicar na opção de interesse e baixar o arquivo em PDF.

Link aqui: Biblioteca Digital Mundial da UNESCO

Livros em PDF na Biblioteca Digital do Senado Federal

Outro caso que é bom aproveitar enquanto pode. O Senado Federal mantém uma página, uma biblioteca virtual, com e-books gratuitos à serviço da população. Mas qual seria o seu diferencial em relação às demais opções apresentadas até o momento?

Neste acervo, você poderá pesquisar por notícias de jornais e conferir trabalhos publicados pelos senadores, das antigas e do presente, seus trabalhos intelectuais. Essa opção pode ser interessante se sua leitura e seus estudos envolvem Ciências Políticas, História ou áreas relacionadas.

Link aqui: Biblioteca Digital do Senado Federal

Livros em PDF na Biblioteca Digital Camões

Assim como os demais apresentados, tem um grande acervo de e-books de domínio público. Mas essa biblioteca se destaca pela variedade de temas. Há desde trabalhos de Arquitetura como estudos literários, educação, discursos de congressos, cinema, literatura-infantil, revistas, periódicos e muito mais.

Há um farto material e muitos temas, todos disponíveis gratuitamente à espera de um toque de botão. E, o melhor: sem prejudicar o trabalho de ninguém.

Todos os temas citados e mais alguns outros estão separados por sessões para facilitar o acesso. Há também uma lista de livros mais baixados para que possa conferir o que a galera tem mais procurado ultimamente em termos de leitura.

Link aqui: Biblioteca Digital Camões

Considerações finais

Chegamos então à conclusão de que são inúmeras as formas de se obter livros em PDF de forma lícita, sem prejudicar ninguém. Há uma infinidade de possibilidades para conferir antes de partir para o extremo de se obter PDFs piratas.

Categorias
Curiosidades

Quais são os livros mais vendidos do mundo?

Os livros são a paixão de milhares de pessoas e muitos deles acabam se tornando grandes best-sellers. Pensando nisso, neste artigo serão elencados os livros mais vendidos do mundo para você se surpreender e se identificar.

Livros mais vendidos do mundo

Antes de mais nada, entre a lista das obras de maior sucesso mundial, há vários gêneros.

Alguns de ficção, outros de romance, autoajuda e livros de autoconhecimento.

Outrossim, essa variedade permite que você se identifique com muitos, o que vai despertar sua curiosidade para ler e descobrir o porquê de estarem na lista dos livros mais vendidos do mundo.

1. Dom Quixote, de Miguel de Cervanter

O livro foi publicado em 1612 e conta com Espanhol como a língua original de publicação.

A obra é um romance, considerado o maior romance da literatura espanhola.

Além disso, esse livro tem como trama um homem louco que acreditava que vivia em um mundo fantástico da cavalaria.

Ademais, a obra foi escrita justamente quando os romances desse gênero estavam em baixa, o que inspirou o autor para criar a história.

A estimativa é que essa obra tenha vendido 500 milhões de exemplares

2. História de Duas Cidades, de Charles Dickens

Originalmente publicado na língua inglesa em 1859 o livro é retratado no final do século XVIII, no período que vai da Independência da América até a Revolução Francesa.

Além disso, a maior forma de comunicação entre os personagens para o avanço da história, é a correspondência, o que dá um grande diferencial ao livro.

Esse livro está em segundo lugar entre os mais vendidos, com 200 milhões de exemplares.

3. O senhor dos Anéis, de J.R.R Tolkien

Outro livro publicado originalmente na língua inglesa, essa obra compõe uma triologia muito famosa.

Porém, quando o autor escreveu a história, a ideia era que o livro fosse único.

Ademais, a obra é considerada um dos livros principais e clássicos no gênero fantasia.

Até hoje esse livro é muito utilizado de inspiração para autores de sucesso, como J.K. Rowling e George R. R. Martin.

Além disso, a estimativa de vendas dessa obra gira em torna de 160 milhões de cópias.

4. O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry

A língua de publicação foi a francesa e a obra é datada de 1943.

Ademais, quando escrito, o autor estava exilado na América do Norte no período da II Guerra Mundial.

A obra é considerada um dos maiores clássicos infantis e é possível identificar traços marcantes da vida do autor como aviador.

Outrossim, esse livro já alcançou a marca de 140 milhões de exemplares vendidos pelo mundo todo.

Livros mais vendidos do mundo

5. Harry Potter e a Pedra Filosofal, de J.K. Rowling

Um livro publicado em 1997, na língua inglesa, é considerado um fenômeno mundial.

Além disso, esse livro é o início de uma das sagas mais marcantes da história.

Nele, a autora apresenta Harry e todo o fantástico e mágico mundo a que ele pertence. Além disso, são apresentados os perigos que o personagem está sujeito a correr.

Ademais, a obra já vendeu em torno de 107 milhoes de exemplares.

6. O Hobbit, de J. R. R. Tolkien

Do mesmo criado de Senhor dos Anéis, esse livro é a história que antecede a saga.

De início, o autor tinha a intenção de criar uma história independente. No entanto, o sucesso atingido foi tão grande que a editora pediu uma continuação.

Com isso, o autor fez algumas mudanças nos livros e ligou a história e jornada de Frodo com Bildo.

Ademais, a obra também foi lançaca originalmente em inglês e já alcançou a marca de 100 milhoes de cópia.

7. O Caso dos 10 Negrinhos, de Agatha Christie

Esse é o livro mais vendido da autora, com uma estimativa que gira em 100 milhões de cópias e é datado de 1939.

Além de ser o mais vendido, também o que gerou mais polêmica. E essa polêmica aconteceu pelo título.

Por esse motivo, o livro também pode ser encontrado com outra capa, com o nome E Não Sobrou Nenhum.

Outrossim, a obra gira em torno de 10 estranhos que foram atraídos até uma ilha deserta através de um casal misterioso.

8. O Sonho da Câmara Vermelha, de Cao Xueqin

A obra foi publicada originalmente em chinês, vendendo uma estimativa de 100 milhões de cópias.

O livro é um romance e é considerado o mais clássico do gênero na china.

além disso, a obra faz parte dos Quatro Grandes Romances Clássicos da Literatura Chinesa. Com isso, o livro é considerado uma obra prima da mais alta qualidade.

9. Ela, a Feiticeira, de H. Rider Haggard

O livro é do mesmo autor de As Minas do Rei Salomão e conta a viagem de um professor universitário chamado Horace Holly e seu pupilo. Além disso, essa viagem se passa na África e lá os dois personagens encontram uma civilização perdida que é controlada por Ela, a feiticeira que leva o nome do livro.

Essa obra, assim como os livros mencionados acima, já atingiu em torno de 100 milhoes de cópias no mundo todo.

10. O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa

Essa obra é o primeiro livro da séria As Crônicas de Nárnia. Nele, os irmãos Pedro, Edmund, Lúcia Pevensie e Susana, são apresentados.

Os quatro irmãos acham uma passagem secreta através de um guarda-roupa e atravessam para um mundo encantado repleto de aventuras incríveis.

Ademais, o livro foi publicado originalmente em inglês, em 1950, e conta com cerca de 85 milhões de cópias.

11. O código Da Vinci, de Dan Brown

Esse livro retrata a história onde um curador do museu do Louvre é morto. Com isso, Langdon se encontra envolvido em uma trama completa e cheia de enigmas, que o leva a desvendar um dos principais e maiores segredos da humanidade.

Além disso, a obra não é o primeiro livro do autor, mas foi o que o levou para a lista dos best-sellers.

Ademais, a história foi publicada em 2003 e já vendeu em média 80 milhões de exemplares.

12. Pense e Enriqueça, de Napoleon Hill

O livro é de autoconhecimento e é focado em dar ferramentas às pessoas para que consigam atingir seus objetivos.

Outrossim, a obra é de 1937 e vendeu 70 milhões de cópias.

13. O alquimista, de Paulo Coelho

Entre os livros mais vendidos do mundo, há um autor brasileiro.

Ademais, esse livro possui língua original sendo a portuguesa e vendeu 65 milhões de cópias.

O livro retrata a história de um pastor que busca realiza o sonho de encontrar ouro através das Pirâmides do Egito.

Além disso, de ser um dos livros mais vendidos do mundo, ele também é o livro mais traduzido.

Categorias
Curiosidades

4 bons livros sobre K-pop para você entender o fenômeno

Procurando por livros sobre K-pop? Temos o que precisa neste post: uma série de indicações para entender o que significa esse fenômeno da cultura pop que vem conquistando literalmente o mundo e como – e quando – surgiu.

K-pop significa “Korea pop”, ou música popular coreana, no caso da Coreia do Sul, porque a do Norte exporta no máximo ditadores e penteados… controversos.

Significa que essa sigla que você  vê com frequência na internet é referente a música coreana? Aquele tal do BTS está envolvido nisso?

Total!

E como pode música coreana fazer tamanho sucesso aqui no Brasil? De repente todo mundo aprendeu a falar coreano? Bem, de repente todo mundo aprendeu a falar inglês, porque artista norte-americano também faz sucesso não só aqui como no mundo inteiro e a maioria da população não tem o domínio de um segundo idioma.

São vários fatores que respondem essa pergunta, mas a principal delas é “projeto”.

Cultura como fonte de receitas

Um projeto cultural pensado e financiado pelo governo coreano.

Com a quebradeira que assolou a Coreia do Sul nos anos 1990 o governo coreano traçou um plano estratégico para a retomada da economia e tornar o país mais competitivo internacionalmente.

Dentro desse planejamento estratégico foi inserida a cultura.

Os coreanos entendem que a cultura é uma ótima forma de exportar os valores, as virtudes, os melhores aspectos de seu país para o mundo e, assim, gerar receitas, seja promovendo artistas capazes de engajar milhões de pessoas no planeta inteiro, seja atraindo mais turistas em sua terra.

Essa lógica deu – e está dando – muito certo.

Estima-se que só em 2018 a Coreia do Sul recebeu 800 mil turistas que revelaram que a principal influência para visitar o país foi a banda BTS.

Estima-se que, por ano, o setor cultural do país movimente 3,6 bilhões de dólares.

E há quem diga que cultura não dá retorno…

Mas como nasceu exatamente esse fenômeno? Sabemos do motivo, exportar a cultura coreana mundo afora, mas como se faz isso?

Criando artistas

O embrião do K-pop foi nos anos 1990 a partir da definição do governo de plantão sul-coreano de que a cultura seria um dos pilares para o desenvolvimento econômico do país.

Por meio de programas de calouros, novos talentos começaram a ser revelados e receber atenção especial por parte do governo.

Atenção no sentido de treiná-los sobre comportamento, comunicação com a mídia, com os fãs, como se portar no exterior, enfim, um curso de como ser um pop star e conquistar fãs.

A internacionalização sempre esteve presente no projeto, tanto que é nítido no K-pop o uso de elementos, linguagem, estética que evoca o estilo pop norte-americano, o mais influente do mundo, mas sem abrir mão de incorporar elementos próprios da cultura coreana (como o uso de muitas cores) e uso de palavras em inglês e espanhol em meio as suas músicas.

4 livros sobre K-pop

Claro que o que expomos até agora é apenas uma palhinha do que irá encontrar nos livros sobre K-pop. Esses livros, até por serem bem mais densos, dão mais detalhes sobre os primeiros artistas, datas, bastidores, etc.

Foi observando esses aspectos que selecionamos os livros sobre K-pop para te indicar.

Confira os principais títulos sobre o assunto a seguir.

Confira!

livros sobre K-pop

1. K-pop – Manual de sobrevivência – Tudo o que você precisa saber sobre a cultura pop coreana

Iniciando as indicações de livros sobre K-pop, essa publicação da editora Autêntica é de fato um manual e por isso achamos adequado para abrir a lista.

O K-pop é muito rico, faz uso de vários elementos e carrega muito da história de seu país. Por isso, muita coisa pode passar batida e gerar incompreensão de como consegue atrair e engajar uma legião de fãs tão numerosa pelo mundo inteiro.

Esse livro se propõe a guiar o leitor que não conhece nada ou muito pouco sobre pela história dessa cultura desde os seus primórdios, que naturalmente se confunde com a história da Coreia do Sul.

Cada cor, cada ritmo, cada conceito é explicado de maneira didática, simples e divertida.

Entendemos ser uma ótima forma de ser introduzido ao K-pop.

2. K-pop Now!

Mas não tem apenas indicação para pessoas que estão à margem desse fenômeno cultural. Quem já é apaixonado por essa cultura é chamado de “Kpopper” e esse livro é direcionado para esse público.

Apesar de ter se tornado um fenômeno global e os principais artistas terem ganhado o mundo, dentro da Coreia do Sul há diversos artistas que movimentam a cena cultura do país, mas que ainda não explodiram internacionalmente.

É como se estivessem sendo gestados para ganhar novos ares ou simplesmente se vir a descobrir que são fenômenos mais locais do que globais.

Os trabalhos desses artistas são mais difíceis de serem acompanhados e há toda uma comunidade de kpoppers ávida por consumir mais da música sul-coreana e descobrir qual será a banda ou cantor estourarem nas paradas de sucesso internacionais.

Esse livro trata de fazer um panorama do que está ocorrendo no cenário musical do país no momento e quais são as principais apostas para o futuro.

Se você é Kpopper, esse livro é praticamente uma obrigação.

3. BTS

A banda do momento que definitivamente levou a Coreia do Sul para o mundo todo. Milhões de seguidores nas redes sociais (batendo recordes), shows concorridíssimos em vários países do mundo e até discurso nas Nações Unidas!

O BTS é um grupo de K-pop composto por sete integrantes. O livro narra a trajetória desse grupo, como surgiu, quando explodiu, o dia a dia de cada um dos integrantes e seus gostos pessoais.

Se é fã, é obrigatório. Se tem interesse de entender o frisson provocando pelo grupo musical direto do sul asiático para o mundo, não tem ponto de partida melhor.

4. Meu pop virou K-pop

Finalizando a lista de livros sobre K-pop, achamos interessante um livro que coloca a perspectiva de fãs do gênero que, como muitos brasileiros, cresceram sob influência do pop norte-americano e depois descobriram o K-pop.

Thais Midori e Gaby Brandalise contam como se surpreenderam ao ouvir a primeira vez uma música K-pop e qual foi o impacto transformador que tiveram em suas vidas, como o título do livro já deixa claro.

Com linguagem acessível e estilo divertido, essa obra apresenta os principais conceitos do K-pop ao compartilhar experiências pessoais. Livro pra ler em uma cadeirada só.

Gostou deste conteúdo de livros sobre K-pop? Então curta, compartilhe, avalie. Seu apoio faz a diferença.