Categorias
Religião e Espiritualidade

5 livros sobre budismo que você vai amar ler

Foi por causa dos ensinamentos de Buda que o budismo existe. Essa filosofia para alguns e religião para outros possui aproximadamente 2.500 anos. Seu principal papel é a de condicionar a mente, levando-a para o estado de paz, alegria e outros sentimentos positivos e libertadores. Para te ajudar a conhecer melhor sobre esses ensinamentos, listamos a seguir alguns livros sobre budismo que você deveria ler, com certeza.

O que é o budismo?

O budismo é uma religião ou filosofia antiga que tem aproximadamente 2.500 anos, cujos ensinamentos foram baseados em Buda.

Sua principal função na vida dos adeptos é a de promover a serenidade, libertando a mente de qualquer pensamento limitante. É o espírito do homem que é trabalhado, pois dessa maneira entende-se que o seu corpo se tornará saudável.

Foram os imigrantes japoneses que trouxeram o budismo para o Brasil, no começo do século XX. No início da sua chegada, o budismo tinha como objetivo o de apenas atender as necessidades dos japoneses que já se encontravam aqui. Mas, como as informações se disseminam com facilidade, esses ensinamentos budistas acabaram caindo no gosto dos brasileiros.

Hoje em dia, acredita-se que existam mais de 200.000 brasileiros budistas no país.

Aproximadamente existem na cidade de São Paulo, cerca de 240 templos budistas, no país são mais de 103 escolas. Além disso, é comum as reuniões feitas nas casas dos adeptos. Isso permite que os ensinamentos sejam transmitidos sem a necessidade de um templo para a realização dos cultos e cerimônias.

Os livros sobre budismo são ótimos para quem quer conhecer melhor os ensinamentos. A seguir você confere as nossas melhores indicações.

5 melhores livros sobre budismo

1 – Resgate emocional, por Dzogchen Ponlop Rinpoche

Através da intimidade com as próprias emoções, o professor budista mais aclamado dos últimos tempos ensina como se libertar de uma vez da posição de vítima na vida.

As emoções que vivenciamos ao longo da vida nos trazem muitas vezes desilusões e desespero, como também cor e aprendizado. Podemos comparar essas vivências a uma montanha russa.

Dessa maneira, quando aprendemos a lidar com as emoções ao longo da vida, nos tornamos mais hábeis. Os principais benefícios sentidos são o de poder usufruir das riquezas e sabedorias de cada aprendizado, sem que as emoções possam nos controlar.

2 – 108 contos e parábolas orientais, por Monja Coen

Monja Coen é uma das figuras mais populares no país quando o assunto é o Zen Budismo. No livro 108 contos e parábolas orientais, a monja traz ao leitor uma provocação e um anseio ao mesmo tempo em fazê-lo buscar um encontro mais profundo com o seu próprio eu.

Os pequenos textos escritos no livro, são retratos fiéis de histórias verídicas na vida de monásticos e praticantes ao redor do mundo. Essas passagens são chamadas de Coans.

Segundo Monja Coen, essas porções de sabedoria podem ser aplicadas na vida cotidiana das pessoas, sendo elas budistas ou não. Esses ensinamentos trazem entendimento e ajudam nas respostas sobre os questionamentos da vida atual e moderna.

É possível através dessa leitura, entender o que é o budismo, o que é o carma segundo o budismo, como se conectar com o tempo presente e praticar as ações de atenção plena, entre outras sabedorias. De todos os livros sobre budismo que existem, essa é uma excelente opção de leitura.

Livros sobre Budismo

3 – No coração da vida, por Jetsunma Tenzin Palmo

Jetsunma, neste livro, apresenta de maneira bem simples, diversos conceitos sofisticados da doutrina de Buda. A intenção da autora desde a primeira página é de mostrar como esses conceitos podem ser aplicados na vida, no dia a dia.

Responsável por um mosteiro totalmente feminino localizado na Índia, Jetsunma é uma professora pertencente a linhagem Drukpa. Passou 12 anos da sua vida em um retiro dentro de uma caverna no Himalaia. Atualmente é professora e também condutora de retiros por todo mundo.

4 – Por que o budismo funciona, por Robert Wright

Robert Wright é um dos escritores mais brilhantes dos EUA e essa obra que ele escreveu é um dos livros sobre budismo mais legais que existem.

Neste livro o autor apresenta uma jornada bem interessante com pontos de vista da psicologia, meditação e filosofia, afim de mostrar como o budismo pode ser a chave para a felicidade duradoura.

A filosofia budista basicamente afirma que o sofrimento que o ser humano carrega é o responsável pelo surgimento do sofrimento nas outras pessoas, simplesmente porque ele não vê o mundo como ele realmente é.

A meditação entra nessa filosofia como sendo o momento de maior clareza para mente. Isso significa que ela contribui para que o indivíduo consiga atingir a profunda satisfação na vida.

Quando falamos dos livros sobre budismo que são mais importantes, esse sem dúvidas entra na lista. A revista “The New Yorker” o classificou como sublime. Para o autor, se um indivíduo seguir à risca todos os ensinamentos, alguns incômodos como ansiedade, raiva e ódio podem simplesmente desaparecer. Tornando a pessoa muito mais amorosa e apreciadora das belezas do mundo.

Essas mudanças são evidenciadas pelo autor que destaca as últimas descobertas que a Neurociência e a Psicologia fizeram a respeito dessa transformação.

A elegância e a sagacidade do autor ficam bem evidentes na maneira como escreve seus capítulos. Ele ensina de maneira fácil, como alicerçar a vida espiritual num mundo tão tecnológico e recheado de conflitos sociais. É totalmente possível salvar nós mesmos como indivíduos e espécie.

5 – Cérebro e meditação, por Matthieu Ricard e Wolf Singer

Cientistas consideram Matthieu Ricard como sendo o homem mais feliz do mundo. Esse título foi ganho graças a uma análise feita de suas estruturas cerebrais. Matthieu é um monge budista há mais de 40 anos e se aliou a Wolf Singer para escrever essa obra. Wolf Singer é um dos neurocientistas mais famosos e importantes do mundo.

Neste livro, os dois autores se juntam para desbravar como a mente de fato funciona. Foram 8 longos anos debatendo sobre questões importantes a respeito do budismo e da meditação.

Esse é um dos livros sobre budismo mais interessantes em termos de troca entre a ciência e os conhecimentos milenares do budismo e da meditação.

Categorias
Comportamento

Livros sobre moda que todo estudante/amante precisa ler

Acompanhar e entender as tendências mundiais da moda é algo que fascina muitas pessoas. No entanto, para quem vive e é apaixonada por esse universo, os livros sobre moda são mais que uma leitura obrigatória. Neste caso, eles são uma passarela e tanto para você poder viajar por conceitos e se aprofundar ainda mais na profissão.

Aliás, nem importa se você sonha em trabalhar na área ou tem o mundo fashion como um daqueles hobbies do coração. Nesse sentido, colocar mais livros sobre o assunto na estante também é um sinal de que você pode querer investir no segmento ou até mesmo seguir os passos dos mais renomados fashionistas do mundo das letras.

Livros sobre moda que são imperdíveis

Até mesmo no universo da moda existem contextos sociais e políticos. Sendo assim, a própria literatura voltada a esse público pode ser mais que didática, pois seus autores podem revelar tendências de consumismo nos mais variados períodos da humanidade.

Para você viajar num tema tão interessante, listamos a seguir alguns dos melhores livros sobre moda. Até porque leitores interessados esse universo e estudantes e profissionais da área podem sempre adquirir um pouco mais de conhecimento.

1. Dicionário de moda, por Emily Angus

Para abrir nossas dicas relacionadas a livros sobre moda, primeiro vamos indicar uma obra que reúne alguns termos essenciais ao universo fashion. Aliás, esta publicação compila mais de oitocentos itens relacionados a movimentos sociais, políticos e artísticos e a origem de suas tendências e estilos.

Além do mais, a obra aborda assuntos como acessórios, tecidos e diversas peças do vestuário. Em linhas gerais, a dica é preciosa até mesmo para você ampliar seu vocabulário. Afinal, o livro fala sobre tudo, desde os movimentos de moda até os estilos mais modernos.

2. Moulage, modelagem e desenho, por Bina Abling, Kathleen Maggio

Para você que procura por um aprendizado mais na prática, este é um dos livros sobre moda mais indicados. Até porque ele apresenta exercícios relacionados a técnicas praticadas na indústria e até passo-a-passo presente na produção e venda de peças modernas e seu processo criativo.

Enfim, essa indicação é valiosa por ser um livro bem didático e com muita integração com a realidade do universo da moda. Ou seja, é ideal para você que está aprendendo as primeiras técnicas e saber o processo desde os desenhos.

3. O Império do Efêmero, por Gilles Lipovetsky

Apesar de ter sido publicado no ano de 1987, esta dica ainda é muito atual. Até porque suas quase trezentas páginas abordam a moda entre dois períodos importantes da moda frente à sociedade: da Idade Média a meados da década de 1980.

Escrito por um acadêmico francês, esse é um dos livros sobre moda que são a base para todo amante ou estudante de moda. Afinal, é imprescindível a essas pessoas entender a moda como um fenômeno dentro da civilização moderna.

Livros sobre moda

4. Alfaiataria: modelagem plana masculina, por Stefania Rosa

Entre os livros sobre moda, esta é mais uma indicação essencial para estudantes e profissionais, visto que ele aborda a história das vestimentas masculinas. Em linhas gerais, a obra fala sobre aspectos comportamentais, evolução tecnológica dos modelos e como a economia influencia todo o mercado fashion.

Além do mais, ele apresenta uma técnica seguro para quem quer confeccionar peças masculinas com alto padrão de qualidade. Enfim, a indicação ainda é essencial por ser uma das poucas publicações direcionadas ao estudo da modelagem masculina.

5. Glamour, por Diana Vreeland

Escrito por uma das maiores editoras de moda que já existiu, esse livro tem como base a missão de reunir num único lugar impressões, imagens tudo o que possa representar o termo glamour. Ademais, a obra é elegante, tem um visual lindo e tem o prefácio assinado pelo renomado Marc Jacobs.

6. A linguagem das roupas, por Alison Lurie

Devido à sua publicação original ter sido feita no final da década de 1990, a obra pode conter frases e termos meio datados, mas valem a leitura para forma como foi escrito. Aliás, ele aborda as formas como nos comunicamos com nossas roupas, como elas se comunicam e até mesmo quais as particularidades e gírias de uma roupa como linguagem.

7. 100 anos de moda, por Cally Blackman

Uma das mais belas obras relativas a livros sobre moda, esta dica parece ser gigante para ser lida. Contudo, a maior parte do livro é repleta de imagens de várias épocas relativas a ícones, estilos e tendências. Além do mais, a obra ainda apresenta comentários esclarecedores e diversas notas de rodapé para você compreender mais sobre a cronologia e a evolução da moda.

8. Cronologia da moda, por Maria Antonieta a Alexander McQueen

Por falar em cronologia, no caso desta dica o conteúdo é disposto de forma cronológica e altamente didático. Além de ter fácil leitura e ser repleto de imagens, o livro é uma ótima iniciação para você quem quer ler livros sobre moda e aprender muito.

Enfim, essa coleção ainda tem a forma de ser apresentada em livros curtinhos e com muitas imagens cada um. Como destaques, são abordados vários ícones que inspiraram o mundo da moda durante as décadas de 1950 e de 1960.

9. Os segredos do guarda-roupa europeu, por Anuschka Rees

Se você já se pegou reclamando que não tem nada para vestir frente a um armário repleto de opções, esta obra vai mudar a forma como você escolhe as peças de roupas. Aliás, no processo a escritora ainda conta alguns segredinhos de como as melhores da Europa conseguem manter seus closets estilosos e bem funcionais.

Para isso, você poderá acompanhar um passo-a-passo detalhado, no qual é possível aprender a selecionar e organizar suas próprias roupas. Além do mais, ele ensina a como escolher quais peças novas deixarão de ser usadas uma única vez.

10. Casa Gucci, por Sara Gay Forden

Para fechar nosso artigo com os melhores livros sobre moda, vamos citar uma dica relacionada a uma das mais renomadas marcas do mercado. Nesse sentido, a obra passa pela história do fundador e a abertura da primeira loja até a morte do último familiar a comandar o império Gucci.

Categorias
Livros de Saúde

Livros sobre maternidade: 11 boas obras

A exemplo da vida de mãe, uma das características mais marcantes da literatura é a ampliação do aprendizado pessoal. Nesse sentido, criamos um artigo que lista alguns dos melhores livros sobre maternidade.

Até porque a fase da maternidade é um dos períodos na vida da mulher que mais geram dúvidas. Isso porque certas questões merecem um novo olhar, como o comportamento ideal de uma mãe, como lidar com desejos e o que esperar dos filhos.

Enfim, vale ressaltar que toda essa informação precisa ser original, atualizada e de alto nível de qualidade. Sendo assim, abaixo criamos uma lista de obras relevantes para você curtir a fase de gravidez com tranquilidade e muita informação.

Sugestões de livros sobre maternidade

Assim como houve uma recente e ampla presença das mulheres no mercado de trabalho, a fase da maternidade também é acompanhada por muita informação. Nesse sentido, por mais que haja independência profissional e financeira, ainda é possível escolher o momento certo para uma gravidez com segurança. Para isso, confira que livros sobre maternidade podem ajudar você a trilhar esse processo com mais sabedoria.

1. Bela maternidade, por Bela Gil

Uma das mais renomadas chefs de cozinha, a autora quis registrar a experiência de ser mãe por meio das letras. Para isso, o livro relata os dilemas da amamentação, cuidados com o bebê e a expectativa antes do parto. No geral, este é um dos livros sobre maternidade que servem como um manual com receitas, informações e dicas você atravessar a fase de gestação da melhor e mais saudável forma possível.

2. A filha perdida, por Elena Ferrante

A partir do emprego de uma trama bem construída e elementos simples, essa obra acompanha os conflitos pessoais da personagem. Para isso, a obra reflete sobre os desejos, vontades e o papel de ser mãe.

3. Um mais um, por Jojo Moyes

Um dos livros sobre maternidade mais recentes da lista, na obra a autora apresenta um personagem que simboliza as mães solteiras, mas que criam os filhos sozinhas. Aliás, na trama a protagonista se casou nova após ficar gravida. Em seguida, seu marido precisa sair de casa para tratar de uma depressão.

Como resultado, ela precisa ter dois trabalhos para poder sustentar sua família, composta por uma filha inteligente, um enteado revoltado e um cachorro esquisitão. Em suma, para assegurar o futuro de todos, ela recorrer a uma viagem repleta de surpresas e curiosidades.

4. Pequenas grandes mentiras, por Liane Moriarty

Nesta indicação, a história fica por conta de três mulheres de uma pequena cidade australiana que parecem ter a vida perfeita. Apesar das diferenças entre elas, seus filhos estudam na mesma escola, na qual é palco de uma tragédia misteriosa. Assim, elas ficam ligadas a temas como violência doméstica, estupro, bullying e muita pressão da sociedade.

Livros sobre maternidade

5. Primatas da Park Avenue, por Wednesday Martin

Um dos livros sobre maternidade mais polêmicos durante sua publicação, a obra aborda uma das áreas mais rica de Nova York. Nesse sentido o livro fala sobre o comportamento de mulheres locais que sofrem com vícios, ansiedade e depressão.

Tudo isso por serem as responsáveis por criar os filhos ao passo em que precisam estar em linha com o status social e os rígidos padrões de beleza locais. Além do mais, a obra ainda oferece relatos repletos de curiosidades, nos quais a autora revela temas devastadores sobre o universo feminino, como o medo de ser uma péssima mãe e a insegurança pessoal.

6. Precisamos falar sobre o Kevin, por Lionel Shriver

Nets obra, a autora levanta a polêmica perturbadora sobre os casos nos quais a maternidade é extremamente romantizada. Para isso, ela vai apresentando um personagem que vai se consolidando como uma mulher à frente do seu tempo, sempre humana e forte.

Em linhas gerais da sinopse, nessa obra sobre livros sobre maternidade uma mãe passa a escrever cartas para o pai de seu filho, procurando entender o motivo de um crime brutal cometido na escola pelo adolescente. Para isso, ela relembra detalhes da vida a dois e ainda explicita cada instinto sombrio da fase.

7. Para educar crianças feministas, por Chimamanda Ngozi Adichie

Nesta obra, a autora explora temas fundamentais ao universo da maternidade, como incitar as mulheres a largarem velhos mitos. Como exemplo, o livro abordar temas relativos à aparência, casamento e até escolha dos brinquedos na infância e a própria sexualidade.

Enfim, a obra tem uma voz poderosa em relação aos debates que se fazem urgentes e necessários. Ou seja, uma forma de manifesto sobre a presença do feminismo não apenas para mulheres, mas para que a igualdade de direitos seja um direito de todos.

8. As alegrias da maternidade, por Buchi Emecheta

Um dos melhores livros sobre maternidade, como enredo desta dica a filha de um líder africano é enviada como esposa para um poderoso homem. Apesar de tudo, com a determinação pessoal de poder se tornar mãe, ela busca ser uma mulher totalmente realizada. Para isso, acaba se submetendo às mais precárias condições de vida, enfrentando tarefas como educação e sustentação dos filhos praticamente isolada de tudo e de todos.

9. A mamãe é rock, por Ana Cardoso

Nesta obra, a maternidade pode ser um dos sentimentos mais malucos que uma mãe pode ter em relação à forma como criam os filhos. Seja adotivo, biológico, sobrinho ou neto a obra aborda temas relacionados à família, reunindo histórias singelas, verdadeiras e até engraçadas.

10. O que esperar quando você está esperando, por Arlene Eisenberg

Aqui está um dos melhores livros sobre maternidade, pois ele é mais direcionado para você que é grávida de primeira viagem. Nesse sentido, o livro traz informações sobre como escolher seu médico, como é o momento do parto, quais os direitos das gestantes e quais os planos de preconcepção.

11. Mulheres visíveis, mães invisíveis, por Laura Gutman

Enfim, para fechar o artigo sobre os melhores livros sobre maternidade, esta obra aborda as inúmeras soluções e teorias práticas que desconsideram e desrespeitam a opinião da mãe frente os possíveis riscos à saúde do bebê. Para isso, a autora chegou a coletar vários artigos para esclarecer que parto, infância e gravidez, são fases nas quais as futuras mamães não precisam terem traumas nem medos.

Categorias
História

Livros sobre racismo que todos precisam ler

Livros sobre racismo são cada vez mais necessários.

Alguns podem argumentar, “De novo esse assunto?”, “Sempre a mesma coisa, escravidão, preconceito, vamos superar isso”.

Quem diz isso geralmente ou é totalmente ignorante quanto à realidade que o cerca, ou não dá valor à causa dos que sofrem da praga do preconceito porque provavelmente tem dentro de si os germes desse mal.

Não, não tem como superar esse assunto quando ele se mantém tão presente. Quer exemplos?

Durante a escrita desse texto sobre livros sobre racismo ocorre uma manifestação histórica e literalmente incendiária da comunidade negra do estado norte-americano de Minneapolis contra a morte covarde de um preto, George Floyd, por parte de um policial branco.

Detalhe que a vítima estava desarmada, não ofereceu resistência e mesmo sofrendo a pior das humilhações ao ser colocada no chão e ter um joelho assassino a asfixiando, por 5 minutos, clamava por sua vida se referindo ao assassino de farda como “senhor”.

E sempre haverá aqueles a tapar o sol com a peneira dizendo que “é um caso isolado”. Não é não.

Não é mesmo.

Quem viu o ótimo documentário, por exemplo, produzido pela ESPN Filmes, e vencedor de Oscar, O.J: Made In America, fica impressionado com as semelhanças do caso e protestos de Minneapolis com os que ocorreram nos EUA nas décadas de 1950 e 1960.

Parece uma reprise.

É triste pensar que, mesmo passadas décadas, a tensão racial se mostrar tão inalterável.

Brasil, 2020

No Brasil, por mais que queiram negar, essa tensão não é diferente. A diferença é que brasileiro tem pena de quebrar vidraça.

Na semana de escrita deste post, um garoto de apenas 12 anos, com um canal literário no Instagram, foi alvo de ataques racistas. Repetindo: garoto de 12 anos postando sobre os livros que gosta de ler.

Qual foi o crime que cometeu? Qual foi a injúria que praticou?

Questão superada?

Livros sobre racismo, sim!

Sim, o racismo tem que ser abordado, discutido, apontado, denunciado, mais do que nunca.

De fato, foi perceptível progresso em relação ao tratamento de minorias nos últimos anos no país e no mundo como um todo, aliás.

Entretanto, essa expansão da democracia, a correção de injustiças históricas, a diminuição da desigualdade atiçou a ira das forças mais retrógradas.

Estas, se aproveitando dos desafios econômicos impostos por um sistema capitalista em colapso, e da ascensão de novos recursos tecnológicos de controle aceitável ainda desconhecido, partiram para derradeira tentativa de resgatarem e imporem uma agenda flagrantemente medieval a toda uma civilização.

Dessa forma, passamos a ver com mais frequências velhas chagas da humanidade, como o racismo.

Para combater essa onda de velhas ignorâncias sem dúvida uma das armas é a informação, o apontar das injustiças, das mentiras, das contradições, da violência sem sentido, o preconceito na sua forma mais franca e selvagem para que fique bem claro quem está no lado correto da história.

Nesse sentido, livros sobre racismo, sejam ficcionais (que sempre se baseiam, em alguma medida, na realidade) ou não, são importantíssimos para combater os males da ignorância perversa.

Abaixo fizemos uma seleção de livros sobre racismo para que possa compreender as camadas desse drama que perdura por séculos.

Livros sobre racismo

Livros sobre racismo

Best-Sellers que viraram filmes premiados, livros de não ficção, obras nacionais e internacionais. A lista de livros sobre racismo é bem variada e temos certeza que encontrará uma boa opção de leitura.

Confira!

1. O sol é para todos

Iniciando a seleção de livros sobre racismo com um livro que figura fácil em qualquer lista do gênero, porque é uma obra-prima, considerada como um dos melhores romances do século XX.

Ganhou o Prêmio Pulitzer e uma adaptação es-pe-ta-cu-lar no cinema. Fica a dica pros dois: livro e filme (mas leia o livro primeiro).

Esse livro aborda um caso de injustiça perpetrada contra um homem preto nos anos 1930 nos EUA, na qual foi acusado por um crime que não cometeu: o estupro de uma mulher branca.

Apesar de não se furtar de tocar nos temas mais espinhosos, duros, cruéis, é um livro que aborda o assunto com muita delicadeza, com sensibilidade ímpar.

Magistral, um livro para a vida.

E, sim, nunca se esqueça: o sol é para todos.

2. Homem invisível

Outro clássico da literatura norte-americana.

Publicado em 1953, “Homem invisível” narra a história de um jovem negro que decide deixar o sul racista dos EUA para um bairro de Nova York, conhecido por ter uma comunidade negra muito atuante: Harlem.

No entanto, o mundo que pintava antes da viagem não se revela tão belo como imaginara e passa a se sentir um homem invisível dentro da sociedade, ignorado pelos racistas brancos e pelos pretos mais radicalizados.

3. Pequeno manual antirracista

Livro escrito pela filósofa e ativista Djalma Ribeiro, aborda vários temas envolvendo o racismo na atualidade. Neste livro encontrará capítulos dedicados à negritude, branquitude, desejos, cultura, afetos, entre outros.

Livro contundente, fluído e leitura rápida, ao menos em termos de tamanho, pois suas ideias valem muito a pena serem alvos de reflexão.

São 11 capítulos curtos abordando os temas citados, os quais demonstram como o racismo está arraigado na nossa sociedade e como enfrentar um sistema tão desfavorável à negritude.

Um livro obrigatório para quem busca entender as principais questões envolvendo o racismo na atualidade.

4. O negro no mundo dos brancos

Seguindo com a lista de livros sobre racismo, obra escrita por um dos maiores sociólogos deste país, Florestan Fernandes.

Em “O negro no mundo dos brancos”, a partir de suas observações da condição do ser preto no maior centro financeiro do Brasil, São Paulo, Fernandes narra como ocorre a supremacia da raça branca e o seu controle na sociedade.

É uma obra que expõe da mais forma mais crua e real possível, a situação do preto na sociedade brasileira.

5. A vida secreta das abelhas

Finalizando a seleção de livros sobre racismo, obra de Sue Monk Kidd que figurou por mais de dois anos na lista de mais vendidos do The New York Times.

Conta à história de uma menina branca, nos anos 1960, que decide fugir com a sua babá negra para buscar respostas sobre a vida de sua mãe.

A história toca em questões como direitos civis, preconceito e brinda o leitor com um relato tocante, corajoso e atemporal.

Gostou deste conteúdo de livros sobre racismo? Então curta, compartilhe, avalie. Seu apoio faz a diferença.

Categorias
Literatura e Ficção

5 livros do Paulo Coelho para se aprofundar na obra do autor

Ainda não leu Paulo Coelho e não sabe por onde começar? Veja nossa seleção de melhores livros do Paulo Coelho para lotar a sua estante!

Pode se dizer qualquer coisa sobre Paulo Coelho menos que ele passa batido. Uns o veneram, outros o escracham.

Os fãs o admiram pela escrita concisa e simples, mas que consegue tocar fundo na mente e no coração das pessoas ao desenvolver histórias de caráter universal. O seu misticismo também é considerado um elemento cativante e distinto em relação a seus pares, principalmente brasileiros.

Em boa parte no meio acadêmico, porém, seus livros não são levados a sérios. São tidos como uma “literatura menor”, esotérica, de autoajuda e de uma escrita sofrível.

Quem estuda em universidades federais e frequenta os círculos das letras garante que falar mal do escritor é um dos requisitos para ganhar pontos com o corpo acadêmico.

Claro que isso não se estende a totalidade, mas a resistência ao trabalho de Coelho é considerável.

Alguns ainda apontam que muitas de suas ideias – ou todas – vieram da boca de Raul Seixas e que nem o próprio Coelho acredita nos temas místicos que aborda em seus livros, mas se vende como um grande guru.

Não viemos aqui dourar a pílula e alçá-lo a categoria de Machado de Assis, porque nem é necessário para ser um grande escritor, um bom contador de histórias, tem caras que são inalcançáveis e ponto e não significa que o restante seja uma porcaria (o cidadão em questão é que brilha muito além da conta).

No entanto, entendemos que muitas avaliações negativas são exageradas, fruto de arrogância e inveja.

Viva Paulo Coelho

A literatura brasileira tem sorte de ter um talento como Paulo Coelho, de ter um escritor que conseguiu romper barreiras, virar um Best-Seller mundial, levar a literatura nacional no topo em vários países. Certamente abriu várias portas para outros escritores e editoras mundo afora.

Consegui escrever um livro capaz de impactar tantas pessoas ao redor do mundo, e até hoje continua, como O Alquimista, é algo para poucos e certamente demonstra que há algo especial em sua escrita, em seu modo de contar histórias.

Há no mínimo uma conexão genuína de suas ideias, de suas percepções, emoções, com o espírito do grande público. Ligação que não há conhecimento técnico no mundo capaz de reproduzir, construir por si só

Baixe a guarda, liberte-se de suas resistências e se permita chegar as suas próprias conclusões ao ter contato com o trabalho desse escritor, que a despeito de seus detratores, é sim um grande nome de nossa literatura.

5 livros-chave do Paulo Coelho

Bruxas, demônio, releituras bíblicas, grandes viagens em busca do eu próprio, lendas, fábulas, são vários os temas abordados na bibliografia de Coelho e certamente se verá fisgado por um.

Descubra qual conferindo a nossa lista de melhores livros do Paulo Coelho.

livros do Paulo Coelho

1. O Alquimista

Não poderíamos começar essa lista sem falar sobre o seu livro mais célebre – que não significa que seja o melhor – mas muitos apontam como sua grande obra prima.

Você já deve ter ouvido falar, não é possível. É simplesmente o livro brasileiro mais vendido do mundo. Está entre os livros mais vendidos dos últimos 50 anos!

Segundo os últimos números publicados de vendas, O Alquimista já vendeu mais de 65 milhões de cópias pelo globo.

A história é sobre um pastor que, após ter um sonho revelador, sai em busca de um tesouro escondido nas pirâmides do Egito.

A linguagem é fluída, acessível, o cenário é mítico, solar, a jornada é muito inspiradora e com um final sensacional.

Você simplesmente não pode dizer que leu Paulo Coelho se não ler “O Alquimista”.

2. Na margem do Rio Piedra eu sentei e chorei

Obra publicada em 1994, novamente temos elementos clássicos do autor, misticismo em meio a um mundo completamente crível e personagens extremamente humanos.

Em “Nas margens do Rio Piedra eu sentei e chorei” acompanhamos a história de Paulo e Pilar, companheiros que se conheceram na adolescência, mas tiveram que ficar longo tempos afastados na vida adulta.

Ao se reencontrarem percebem que estão muito diferentes desde a última vez que se viram e agora precisam enfrentar juntos desafios nos quais confrontam medos, culpas e dúvidas.

3. Brida

Seguindo com as indicações de livros do Paulo Coelho, certamente o livro mais místico da carreira do autor.

Ele narra à história de Brida, uma irlandesa de 21 anos que decide se tornar uma bruxa ao conhecer um mago de nome Folk.

A transformação, no entanto, exige a superação de diversos desafios para ampliar a sua visão a respeito do amor e da vida.

Com o superar dos obstáculos, dia após dia sua consciência sofre transformações, a fazendo evoluir no campo espiritual e emocional.

Sem dúvida uma visão muito particular dessa figura que sempre carregou aura de mistério e horror.

4. Veronika decide morrer

A obra mais existencialista de Paulo Coelho. Veronika decide morrer é um dos grandes sucessos do autor que recebeu até adaptação para o cinema em 2009.

Conta a história da Veronika do título, que, de fato, decide morrer provocando uma overdose de calmantes após  enfrentar uma crise existencial. Porém, fracassa.

No entanto, a tentativa não deixa de trazer sequelas ao seu coração. Sequelas que encurtam o seu tempo de vida para poucas semanas.

Nessa condição, passa a enxergar a vida por outros ângulos, principalmente ao se apaixonar na clínica em que está internada.

5. As Valkírias

Finalizando a lista de livros do Paulo Coelho, Paulo Coelho em seu estilo raiz, narrando uma experiência que teve junto com a esposa, Christina Oiticica, ao passar 40 dias no deserto do Mojave.

O objetivo da viagem é realizar uma das maiores experiências místicas que um ser humano pode vivenciar: conversar com o Anjo da Guarda.

Enfrentando as armadilhas do deserto e os conflitos conjugais, o casal acaba encontrando um grupo de mulheres que já tinham encontrados os seus anjos.

Gostou deste conteúdo sobre os livros do Paulo Coelho? Então curta, compartilhe, avalie. Seu apoio e sua opinião são muito importantes para nós.

Categorias
Administração e Negócios

Conheça 6 bons livros sobre comunicação

O que se pode extrair de livros sobre comunicação?

A comunicação é uma das principais ferramentas de um indivíduo para desenvolver-se profissionalmente e como pessoa. É por meio da comunicação que conseguimos expressar nossas ideias, nossos valores e influenciar pessoas.

Ser dono de uma comunicação clara e assertiva é muito útil enquanto ser social, pois é por meio da comunicação que conquistamos a atenção de nossos pares, despertamos empatia e geramos aproximação.

A boa comunicação também é útil como técnica de gerenciamento, para comandar grupo de pessoas ao alcance de um objetivo em comum.

Uma entrevista de emprego jamais será bem sucedida sem o domínio básico de uma boa oratória.

É simplesmente inviável para um vendedor atingir as suas metas sem contar com técnicas elementares de linguagem.

A comunicação não se resume apenas à oralidade. Há outras formas de comunicação importantes, isoladas ou em conjunto, para se completar o ciclo da transmissão da mensagem, como a linguagem corporal, textual e imagética.

Os livros sobre comunicação são ótimos meios para aprender e principalmente se aprimorar no uso desse conjunto de técnicas que, como vimos, são de fundamental importância para relações sociais saudáveis e desempenho profissional exitoso.

Por meios das obras sobre o tema, o leitor tem a disposição os conceitos básicos de cada linguagem, como utilizá-las da melhor forma, os erros a se evitar e as estratégias para cada tipo de situação.

Naturalmente os livros sobre comunicação que mais se destacam são aqueles escritos por especialistas da área de comunicação, jornalistas, publicitários, cineastas,  etc. As melhores cabeças do assunto compartilhando seus conhecimentos, ideias e experiências para o leitor.

Sem dúvida um material de conteúdo rico e que merece lotar a estante de qualquer interessando pelo tema.

Veja a seguir a nossa seleção de livros sobre comunicação.

Conheça esses 6 ótimos livros sobre comunicação

Alguns você certamente já ouviu falar, viu em algum banner publicitário, em uma postagem de rede social, na TV ou na livraria. Outros talvez se depare com a sua capa e título pela primeira vez durante a leitura desse texto.

Clássicos do gênero, fenômenos de vendas ou ilustres desconhecidos, não importa a trajetória, o que importa é o que podem agregar de conteúdo ao leitor, a sua formação, aos seus conhecimentos.

Não temos dúvidas de que todos os livros listados proporcionam uma experiência de leitura rica e até transformadora.

Veja a seleção de livros sobre comunicação abaixo.

1. Desvendando os segredos da linguagem corporal

Veja uma amostra do que você pode aprender com a leitura desse livro:

  • Braços e pernas cruzados: sinal de defesa;
  • Mão no queixo: tédio;
  • Cabeça e queixo voltados para baixo: hostilidade.

Esse livro sem dúvida nos ensina que o corpo fala e se quisermos passar uma postura que inspire confiança, segurança e que ajude as nossas palavras a ganhar impacto e autoridade, é preciso dominar a linguagem de nosso corpo, a linguagem corporal.

Sem dúvida uma leitura muito interessante que ajuda muito os que têm dificuldade de se apresentar em público.

2. A cauda longa

Seguindo com as indicações de livros sobre comunicação, podemos dizer, certamente, que se trata de um verdadeiro clássico que vendeu milhões de exemplares no mundo todo e influenciou muitas empresas, marcas e personalidades sobre a forma de gerirem os seus negócios.

O autor desse Best-seller, Chris Andersosn, apresentou ao mundo a teoria da cauda longa que abrange as novas e bem sucedidas dinâmicas de mercado com a ascensão e consolidação das plataformas digitais.

Um livro essencial para entender como lucrar com a fragmentação dos mercados propiciados pela aldeia global que se tornou o mundo ao conectar pessoas de todas as partes em um mesmo espaço.

livros sobre comunicação

3. Falando em público

Sem dúvida, um dos maiores pesadelos para muita gente é apresentar um trabalho na escola, faculdade, ou trabalho. Falar em público.

Mesmo conhecendo a fundo o tema da apresentação acabam sendo persuadidas pelos próprios medos de que não irá conseguir se lembrar de tudo, irá travar ou falar alguma bobagem. O medo do fracasso, de serem julgadas instantaneamente é forte demais.

Livros como o de Vilson Santos advogam justamente que uma das formas de aplacar a insegurança é se aprofundar no assunto a se tratar na apresentação. Contudo, tem total ciência que mesmo assim muitos não conseguem vencer os seus medos.

Por isso, ensina algumas técnicas que são úteis na hora de falar em público que auxiliam para uma comunicação clara e assertiva:

  • Usando a respiração para relaxar;
  • Dividindo a apresentação em tópicas;
  • Falando de frente ao espelho;
  • Apresentando para um amigo;
  • Anotando erros e refazendo a apresentação.

São apenas alguns tópicos e técnicas ensinadas no volume.

4. Vai fundo!

Prosseguindo com as recomendações de livros sobre comunicação, esquecemos de citar outro tipo de comunicação que sem dúvida vem ganhando cada vez mais relevância: a digital.

Esse livro escrito pelo considerado “guru das mídias sociais”, Gary Vaynerchuk, explica como o poder da internet e das redes sociais mudaram os relacionamentos na nossa sociedade e como serão cada vez mais fonte de interesse das grandes marcas.

Vaynerchuk ensina como construir uma marca, uma identidade no meio digital, como criar conteúdo relevante e todos os macetes e estratégias para entrar pra valer nessa mídia e conquistar espaço.

5. As armas da persuasão

Certamente essa obra se dedica a não só ensinar como persuadir, mas também como não se deixar influenciar pelas pessoas, talvez conhecimento até mais importante do que o primeiro.

Robert Cialdini apresenta ao leitor os 6 princípios fundamentais para a geração de mudança:

  • Um: Princípio da reciprocidade;
  • Dois: Princípio do compromisso e consistência;
  • Três: Princípio da prova social;
  • Quatro: Princípio da tração;
  • Cinco: Princípio da autoridade;
  • Seis: Princípio da escassez.

Quer conhecer mais detalhes de cada um deles? Recomendamos muito a leitura.

6. Marketing de conteúdo épico

Finalizando a nossa seleção de livros sobre comunicação, um livro sobre marketing de conteúdo, a bola da vez do universo da comunicação.

Todo mundo está produzindo, ou tentando, conteúdo rico para atrair público. E quando todo mundo tenta a mesma coisa é provável que só os mais populares e inovadores consigam se destacar da multidão e obter resultados expressivos.

Se você faz palestras, vídeos, podcasts, divulga textos e mesmo assim não sai do lugar, é sinal de que algo não vai bem na sua comunicação.

Para descobrir o problema, nada melhor do que o livro de um dos maiores especialistas de marketing de conteúdo do mundo, Joe Pulizzi.

Gostou deste conteúdo de livros sobre comunicação? Então curta, compartilhe, avalie. Seu apoio faz a diferença.

Categorias
Administração e Negócios

7 bons livros sobre administração para sua estante

Procurando por livros sobre administração para lotar a sua estante? Fizemos uma seleção dos melhores disponíveis nas principais livrarias do país.

Sem dúvida faz bem por procurar livros sobre administração, se manter informado e atualizado é uma das melhores práticas para se diferenciar da concorrência. Mais do que nunca.

O empreendedorismo nos últimos anos cresceu mais do que a taxa de ocupação do Brasil, ou seja, de postos de trabalho com carteira assinada.

Segundo dados do portal do Empreendedor MEI o número de microempreendedores individuais saltou de 7,7 milhões para mais de 8,5 milhões em dezembro de 2018, representando alta de 10,9% em comparação ao ano anterior.

No mesmo período a taxa de desemprego aumentou de 11,6% para 12,3% segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Esses dados mostram que o brasileiro tem optado como alternativa gerir o seu próprio negócio. Isso significa mais empresas surgindo no mercado para disputar a preferência dos consumidores.

No entanto, dados também do IBGE apontam que 6 de cada 10 negócios no Brasil fecham em 5 anos de atividades.

Fica claro que a competição é muita acirrada e logra êxito quem estiver melhor preparado, com condições de fornecer um diferencial aos seus clientes e que o distingua da concorrência.

Não há melhor maneira para se aprimorar, conhecer novas técnicas de gestão, de liderança, de negociações, tendências de mercado, e dessa forma obter destaque, do que consultando as melhores cabeças sobre administração corporativa.

É o que os livros sobre administração proporcionam.

Veja abaixo nossa seleção dos melhores livros do gênero que foram publicados nos últimos anos para se manter atualizado e obter novas ideias.

Confira!

7 livros sobre administração que você deve conhecer

Planejamento, gestão de relacionamento, motivação organizacional, pesquisa de marketing, enfim, são vários os assuntos que englobam o funcionamento de um negócio e todos têm grande importância para o sucesso de uma empresa.

Veja as nossas indicações nos tópicos abaixo.

1. Planejamento estratégico na prática

Esse livro consegue transmitir de forma muito competente e clara a importância de se estabelecer um planejamento estratégico. Um planejamento que seja compartilhado por todos os níveis hierárquicos. Somente assim é possível alinhar todos os funcionários com os objetivos da empresa.

O livro traz ainda a discussão sobre a vocação do proprietário e a missão organizacional. Também apresenta particularidades do planejamento estratégico.

A leitura é indicada tanto para graduandos de administração de empresas e profissionais que trabalham com estratégia empresarial.

2. Gestão de Mudança – Caos e complexidade nas organizações

Seguindo com as indicações de livros sobre administração, recomendamos esse livro se o que busca é dá um 360º na sua forma de gerir, se busca por novas formas de gestão e organização empresarial.

A obra aborda temas como Teoria do Caos, analogias impostas, sistemas, estruturas e cibernéticas, entre outros.

Sem dúvida essa leitura será uma fonte de novas ideias e percepções sobre gerenciamento de negócios. Seja de grandes ou pequenas empresas.

livros sobre administração

3. Gestão de relacionamento & Customer Experience

Sem dúvida relacionamento é a palavra do momento e uma das principais chaves para sustentar um negócio e ampliá-lo.

Mais do que nunca relacionamos com os nossos clientes e mais do que nunca é necessário relacionamento, uma vez que a comunicação se tornou muito mais dinâmica com as redes sociais.

E certamente o relacionamento interno com os colaboradores sempre foi essencial para qualquer negócio.

Saiba tudo do tema conferindo esse trabalho que se tornou referência no gênero.

4. Pós-globalização, administração e racionalidade econômica

Essa obra é um interessante estudo de caso sobre os pilares do pensamento econômico e administrativo. O autor Omar Aktouf traz questionamentos que demonstra a insustentabilidade de um modelo econômico baseado no que considera como excessiva financeirização da economia.

Um livro muito interessante para se olhar para frente, pensar no futuro e de suas possibilidades.

Esteja à frente de seu tempo com essa leitura.

5. Motivação nas organizações

Seguindo com as nossas indicações de livros sobre administração, uma organização precisa mais do que reunir indivíduos para lhe prestar serviço, precisa contar com colaboradores identificados com os objetivos da empresa.

Para contar com tal identificação é necessário saber motivar os colaboradores.

E quando o problema é o próprio proprietário? Se estiver se questionando se vale realmente a pena continuar com o projeto ou se vai de fato o levar ao objetivo que espera alcançar?

Esse livro será ótimo se a sua necessidade está concentrada justamente nessa questão. É uma verdadeira aula de como trabalhar a motivação dos colaboradores e a própria para que todos estejam na mesma sintonia dos objetivos inicialmente traçados.

É um livro essencial para profissionais de Recursos Humanos (RH).

6. Teoria das organizações: evolução e crítica

Seu objetivo é tomar conhecimento sobre as principais teorias organizacionais e administrativas para avaliar quais se encaixam as suas necessidades?

Certamente esse livro vai te fornecer o panorama completo sobre os principais métodos e ainda apresentar as tendências teóricas.

Destaca-se que a obra tem ênfase no desenvolvimento brasileiro.

7. Pesquisa de marketing

Prosseguindo com as indicações de livros sobre administração, o tema que precisa se debruçar no momento é pesquisa de marketing? Esse trabalho de Egydio Barbosa Zanotta atenderá sem dúvida a sua necessidade.

É focado no desenvolvimento de pesquisa de marketing. Aborda cada etapa para se fazer uma consistente e competente investigação de mercado.

Aprenda como montar uma pesquisa do zero, montar um questionário que o ajude a obter as respostas de que precisa, como abordar o público, entre outros temas relacionados.

É indicado para estudantes não só de administração, mas como de comunicação e publicidade e propaganda.

Certamente é também indicado para profissionais da área de marketing.

8. Gestão contemporânea: a ciência e a arte de ser dirigente

Concluindo a seleção de livros sobre administração, um verdadeiro guia para se desenvolver e exercer uma boa liderança empresarial.

Sem dúvida a função gerencial é uma área de fundamental importância em qualquer negócio. Este livro traz uma série de relatos de gerentes de altos níveis de grandes empresas.

Nesta leitura aprendemos mais sobre limites, estratégias, flexibilidades, prioridades, enganos entre outros tópicos de relevância para a área gerencial.

Gostou deste conteúdo de livros sobre administração? Então curta, compartilhe, avalie. Seu apoio e sua opinião são muito importantes para nós. Fazem toda a diferença!

Categorias
Livros de Saúde

5 bons livros sobre bipolaridade para entender melhor a doença

Interessado em saber mais sobre um distúrbio mental que, a cada vez, se torna mais estudado e abordado pela ciência? Veja a seleção que preparamos de livros sobre bipolaridade para lotar a sua estante!

Você desconfia que tem bipolaridade? Conhece alguém que tem? Não sabe como lidar com essas pessoas ou consigo mesma (o)?

Certamente ler a respeito vai te ajudar a tirar dúvidas sobre o que é esse transtorno, quais os seus principais sintomas, os cuidados e técnicas de autocontrole.

Os melhores livros sobre o tema são produzidos por grandes especialistas, como psicólogos, médicos, jornalistas, enfim, propriedade sobre o assunto não irá faltar à seleção de livros de logo mais.

O que é bipolaridade?

O transtorno bipolar é um distúrbio associado a alterações de humor muito intensas que ocorrem em curtos intervalos de tempo.

As alterações do humor trafegam da euforia a depressão absoluta.

Os intervalos para mudanças bruscas de humor variam conforme a gravidade do transtorno, o mesmo quanto a intensidade, pois existem graus variados.

Há casos de pessoas que são bipolares e demoraram anos para ser diagnosticadas ou jamais foram.

Há também situações das pessoas confundirem os sintomas.

Nem toda alteração de humor significa um transtorno de bipolaridade. Tais ocorrências podem ser motivadas por alterações hormonais, consumo de substância, problemas emocionais de outra natureza, entre outros.

Um diagnóstico preciso só é possível de ser realizado passando pelo exame de um profissional qualificado.

No entanto, é possível ao menos levantar suspeitas sobre essa condição ao ter conhecimento dos sintomas clássicos do transtorno.

Os principais sintomas são euforia, entusiasmo excessivo por coisas aparentemente insignificantes, dificuldade para dormir e até perda de contato com a realidade.

Esses são os sintomas relacionados à parte “alto astral”.

Já na depressão, os sintomas característicos são falta de energia, de motivação e perda de interesse pelas atividades do cotidiano.

Essa é uma doença que não se sabe a causa e também não tem cura, pode durar anos ou a vida inteira. Contudo, existe tratamento para aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida.

Livros sobre bipolaridade

Não pense que terá pela frente uma leitura arrastada, muito técnica, com jargões da profissão ou trabalhando com dados muito complexos.

Esses livros, mesmo os mais técnicos, tratam do assunto usando de uma linguagem bem acessível, didática, objetiva. São uns verdadeiros guias que abordam das questões mais básicas relacionadas ao transtorno a soluções de tratamento.

Também falam sobre a convivência com pessoas com essa característica, além de passar lições aos bipolares de como se relacionar e evitar grandes transtornos nas crises.

A lista conta com obras que fogem dos trabalhos mais técnicos e são voltadas aos relatos puramente pessoais, ótimos para descrever o cotidiano dos portadores de transtorno.

Confira os livros sobre bipolaridade que destacamos.

Prossiga na leitura!

livros sobre bipolaridade

1. Bipolar – Memórias de extremos

É um dos livros mais famosos sobre o transtorno de bipolaridade e não é focado sobre os estudos do transtorno, embora também aborde o tema sob esse prisma, mas no cotidiano de uma pessoa que sofre desse mal.

No caso, a própria autora do livro, Terri Cheney. Nome que chamou atenção pelo fato de ser ex-advogada do cantor Michael Jackson.

Mas apesar de ter gerado interesse em razão de suas experiências profissionais passadas, o livro se mostra um relato muito rico, autêntico e avassalador, contando desde as tentativas de suicídio de Cheney as explosões de sexo compulsivo.

2. Crônicas de um bipolar

Esse livro tem uma proposta semelhante do primeiro indicado, mas talvez tenha relatos mais próximos da realidade da maioria dos brasileiros por ter sido escrito por um brasileiro.

Trata-se de um relato pessoal de um ex-executivo da Sousa Cruz, Marcelo P. Diniz, sobre os episódios, marcados por muita turbulência, que vivenciou sofrendo desse distúrbio nesse período.

3. Me diga quem eu sou: Uma bipolar em busca da sanidade

Seguindo com as recomendações de livros sobre bipolaridade, realmente relatos pessoais são os mais cativantes quando se trata de transtornos mentais.

Nada melhor do que o relato da pessoa que sente na pele como é conviver com o problema todos os dias e lidar com os autos e baixos para se ter um retrato bem vívido e condizente com a realidade.

O relato íntimo também ajuda no processo de identificação e de humanização das pessoas que sofrem com o distúrbio.

O caso da vez é de Helena Gayer. Aos 21 anos foi diagnosticada com transtorno de bipolaridade.

Sua escrita nos joga em um relato pungente que mistura crueza, minúcias e fervor. É um mergulho em sua trajetória marcada por dor e descoberta, depressão profunda e euforia desenfreada.

Rapidamente, “Me diga quem eu sou: uma bipolar em busca de sanidade” foi alçado a condição de clássico sobre o tema.

4. Aprendendo a viver com o transtorno bipolar: Manual educativo

Por mais atrativo que seja os relatos de pessoas que vivem com esse drama por deixar lembranças fortes em nossa memória, os guias didáticos jamais poderão ser dispensados.

São nos guias que aprendemos os conceitos básicos e os protocolos elementares de como lidar com o problema e amenizar os seus efeitos, além de nos fornecer dados científicos de fontes confiáveis que nos ajudam a entender o porquê de determinadas reações.

Nessa categoria de livro indicamos “Aprendendo a viver com o transtorno bipolar: Manual educativo”, escrito por médicos psiquiatras.

Obra publicada pela editora Artmed, editora especializada em livros de psicologia para profissionais da área e também para o grande público.

Neste livro tem tudo que precisa saber sobre o transtorno de bipolaridade, das questões mais básicas a respostas de dúvidas frequentes de quem convive com um familiar ou amigo com esse transtorno.

A escrita do livro é didática e clara, ajudando muito a passar os principais conceitos sobre o tema para quem não tem a menor familiaridade com o assunto.

5. Transtorno bipolar: teoria e clínica

Encerrando a lista de recomendações de livros sobre bipolaridade, esse definitivamente não é voltado para o grande público, mas para profissionais e estudantes da área.

Isto porque traz uma série de textos de autores brasileiros apresentando os conceitos teóricos e informações atualizadas sobre as práticas clínicas.

Portanto, aborda temas e faz referências muito específicas, além do preço que sem dúvida desestimula qualquer pessoa que não precise se especializar no assunto.

Contudo, certamente é um dos livros mais completos sobre transtorno de bipolaridade na atualidade.

Gostou deste conteúdo sobre livros sobre bipolaridade? Então curta, compartilhe, avalie. Seu apoio faz a diferença!

Categorias
Livros de Saúde

4 excelentes livros sobre ansiedade

Preparamos uma lista especial com os melhores livros sobre ansiedade para que termine de lotar a sua estante.

Todo mundo já teve ansiedade e esse é uma sensação, uma reação orgânica considerada normal.

Se trata de um medo, uma apreensão relacionada a um evento que está próximo de ocorrer ou até que nunca venha a se concretizar, mas como se pensa, como se projeta no futuro próximo que possa vir a ocorrer, é motivo para gerar preocupação de um indivíduo.

Como dito, essa uma reação orgânica é considerada normal e até positiva.

Estar prestes a entrar na igreja para dizer um “sim” ao amado ou amada desperta ansiedade e é um bom sinal nesse caso. É um evento importante e a ansiedade é uma mostra de que se dar a devida importância, peso a ocorrência.

O mesmo se aplica a outras situações: entrevista de emprego, uma viagem importante, a estreia de um filme.

A ansiedade é também uma ferramenta orgânica para nos deixar alerta quanto a possíveis ameaças.

Aos olhos da evolução, os seres mais fortes e desconfiados foram os que sobreviveram por mais tempo e puderam com isso formar descendentes e transmitir os seus genes.

Contudo, a ansiedade passa a ser um problema quando se torna excessiva e muito intensa, quando a qualidade de vida do individuo.

Os sintomas de uma pessoa que sofre ansiedade excessiva e aguda é a preocupação intensa, pensamentos obsessivos (intrusivos), respiração rápida, sudorese e sensação de cansaço.

Um problema mais comum do que se pensa

Talvez a percepção de que esse problema não é tão grave ou difundido seja pelo fato de, em muitos casos, a pessoa que sofre desse problema consegui disfarçar externamente a sua agonia – ou simplesmente se manter reclusa para se sentir protegida.

Mas não se engane, esse problema, no entanto, é mais comum do que se pensa, muito devido às características da sociedade que vivemos.

É uma época de muita pressão, cobrança, tempo exíguo, distâncias gigantescas, extrema exposição, necessidade constante de se mostrar bem-sucedido, cobrança diária para ser feliz, tempo de imposição contínua para se adquirir algo.

Atender as expectativas criadas por outros e por você mesmo nem sempre é possível, aliás, é impossível. Porque, óbvio, ninguém consegue ser feliz o tempo todo. Ninguém consegue ter tudo o que deseja.

A tristeza, o fracasso é condição inerente da jornada do homem sobre a Terra, faz parte do processo de desenvolvimento pessoal.

Os números deixam claro esse descompasso entre o que a sociedade pede e tem condições de fornecer e o que as pessoas conseguem ser e o que precisam para se tornar o que desejam.

Quase 20 milhões de pessoas no Brasil sofrem com o problema de ansiedade.

Existem casos que só a procura por um médico especialista poderá ser totalmente eficaz para lidar com o problema. Alguns só com o ministrar de medicamentos específicos.

Outros podem conseguir grande progresso seguindo algumas técnicas básicas de como lidar com a ansiedade.

Independente de qual seja o caso, sem dúvida, livros sobre ansiedade são um ótimo material de apoio para lidar com esse transtorno.

Se sofre desse problema, tem curiosidade de saber mais a respeito, veja as nossas dicas de leitura sobre o tema nos próximos tópicos.

Confira!

Encante-se com esses livros sobre ansiedade

Entender, exercitar, falhar, tentar de novo e vencer. São esses os assuntos primordiais tratados na lista que se segue de livros sobre ansiedade. Todos muito bem embasados por estudos científicos e narrados com uma linguagem atraente e elucidativa.

Veja as recomendações abaixo.

livros sobre ansiedade

1. Livre de ansiedade

Iniciando a nossa lista de recomendações de livros sobre ansiedade, esse livro é publicado pela editora Artmed, conhecida por publicar livros de psicologia, tanto para estudantes, profissionais do meio como para o público em geral.

“Livre de ansiedade” certamente é um desses casos de livro que pode ser lido por qualquer pessoa que tenha interesse sobre o tema e não é munida de muitas informações a respeito.

Escrito por Robert L. Leahy, aborda maneiras de como tornar a vida menos estressante se valendo de métodos desenvolvidos especialmente para lidar com os transtornos provocados pela ansiedade excessiva, além de explicar as suas possíveis causas.

Um bom livro para se iniciar sobre o tema e aprender formas de controlar melhor o estado ansioso.

2. Depois a louca sou eu

Esse é um livro que trata do assunto de maneira bem divertida. A autora Tati Bernardi narra suas próprias histórias convivendo com pânico e transtornos de ansiedade.

Além de divertir contando sobre as enrascadas que se meteu devido ao transtorno, também quebra vários estigmas relacionados ao tema.

Certamente uma boa leitura aos que buscam um texto mais leve, porém não menos instrutivo.

O livro foi publicado em 2016 e fez um grande sucesso nas livrarias. Não deve ter dificuldade de encontrá-lo seja em ambiente físico ou virtual.

3. Mentes ansiosas – o medo e a ansiedade nossos de cada dia

Prosseguindo com as recomendações de livros sobre ansiedade, mais uma escolha para aprender de forma bem didática e profunda sobre esse transtorno.

O livro de autoria da psiquiatra Ana Beatriz Barbosa Silva trata dos principais tópicos envolvendo a ansiedade em uma linguagem acessível e objetiva.

Aborda quando a ansiedade começa a se agravar, os desdobramentos e formas de lidar com ela.

O interessante de ter à disposição livros que abordam um mesmo tema é que caso não se adapte com o estilo de um, você pode se “encaixar” com o ritmo de outro.

Uma dica é tentar achar as versões digitais desses livros, principalmente na Amazon, e solicitar uma amostra grátis, as primeiras páginas, para que possa ter uma noção de estilo e qual mais faz o seu gosto.

4. As horas

Fechando a lista de livros sobre ansiedade, mais uma opção literária.

Muitas vezes a melhor forma de aprendizado é conhecer sobre um assunto se entretendo, se apegando a personagens, se identificando com situações para criar memórias fortes e associações poderosas com os temas discutidos.

A obra de Michael Cunningham certamente tem a capacidade de gerar impacto, ensinar e entreter de maneira inesquecível. Trata de um romance que intercala a história de 3 mulheres lidando com seus problemas envolvendo depressão, ansiedade e suicídio.

Livro publicado em 1998. Ganhou um Pulitzer e uma adaptação para o cinema.

Gostou deste conteúdo sobre livros sobre ansiedade? Então curta, compartilhe. Seu apoio faz a diferença.

Categorias
Livros de Saúde

7 bons livros sobre autismo

Pronto para lotar sua estante com os melhores livros sobre autismo? Preparamos uma seleção especial das melhores obras que abordam esse tema que tem marcado cada vez mais presença nos lares e nas escolas brasileiras.

Infelizmente não existem ainda coletas de dados no Ministério da Saúde ou de secretárias de saúde de estados e municípios que possam precisar quantos autistas existem hoje no Brasil.

Contudo, é possível ter uma noção do crescimento de casos nos últimos anos avaliando a quantidade de crianças com autismo matriculadas nas escolas públicas e privadas no país, instituições que já conseguem fornecer números mais precisos. Muito pela necessidade de se adaptarem para fornecer uma educação adequada a essas crianças especiais.

Segundo dados extraídos do Censo Escolar de 2018, havia 105.842 alunos matriculados em classes comuns no Brasil. Número que representou uma alta de 37,27% em relação ao ano anterior.

O que é autismo?

O autismo é o nome popular do Transtorno do Espectro do Autismo (TEA). É um transtorno neurológico que isola a atenção de seus portadores para um mundo de pensamentos que pouco dialogam com o mundo circundante.

Tal restrição causa no autista grave déficit de atenção, o prejudicando para se comunicar, verbal ou não verbalmente, expressar sentimentos, se socializar.

Além disso, também lhe causa excessiva concentração no fazer de gestos repetitivos.

O autismo tem vários subtipos de transtorno. Alguns portadores conseguem até levar uma vida normal sem saber que são autistas por nunca terem recebido diagnóstico, enquanto outros passam por sérias dificuldades para interagir com o mundo externo.

Por isso é usado o termo “espectro”.

Conheça e comece já a ler esses 7 livros sobre autismo

Se acabou de receber a confirmação de que seu filho ou filha é autista ou você mesmo recebeu tal diagnóstico, ainda que em grau moderado, ou alimenta suspeitas de que você ou alguém próximo seja portador de autismo, a leitura dos livros sobre autismo que separamos abaixo sem dúvida será de grande ajuda. Serão bem instrutivos sobre o tema.

Mas lembre-se: por melhor que os livros sejam, por mais informações que reflitam com as observações que tenham tido em seu cotidiano, um diagnóstico preciso só poderá ser fornecido por um profissional qualificado.

Os livros são um bom material de apoio, de complemento, mas ouvir as orientações de um médico mais próximo de sua realidade e características, sem dúvida, será mais seguro.

livros sobre autismo

1. A escova de dente azul

Iniciando nossas indicações de livros sobre autismo, um livro infantil, mas que pode ser didático tanto para crianças como para adultos.

O livro é escrito pelo apresentador Marcos Mion que a partir das experiências com o seu filho autista, se inspirou para escrever essa história que trata sobre o tema.

Com uma linguagem simples e muito bem ilustrado, A escova de dente azul é um jeito puro e tocante para falar sobre esse assunto. Entretêm a criançada e serve porta de entrada para esse universo aos adultos sem grandes conhecimentos a respeito.

2. TEA, autismo e informação – Mariana no mundo dos Saltisonhos

Este livro é infanto-juvenil (calma que os mais densos virão a seguir). Assim como o anterior, é atrativo tanto para crianças como para adultos, pois serve de porta de entrada para entender um pouco o universo dessas pessoas especiais.

O livro é escrito por Marco A. B. e C. Machado, pai da Mariana, que decidi contar sobre a sua experiência cuidando da filha portadora de TEA.

Instrutivo e tocante.

3. O cérebro autista

Seguindo com as indicações de livros sobre autismo, agora uma opção para quem deseja uma leitura mais profunda sobre o tema.

Esse livro é interessantíssimo porque é escrito por uma mulher autista, Temple Gradin.

Em seu texto ela mostra os avanços científicos sobre os estudos do cérebro de pessoas que apresentam esse problema e também compartilha suas próprias ressonâncias cerebrais para demonstrar as anomalias que podem explicar os sintomas.

4. O que me faz pular

Essa obra também é escrita por uma pessoa portadora de TEA, no caso, Naoki Higashida.

O autor escreveu esse livro com apenas 13 anos. Na obra ele faz um relato íntimo sobre o seu dia a dia, compartilhas suas percepções de vida, tempo, natureza etc.

Outro aspecto interessante é que o volume também traz contos de autoria de Higashida. Sem dúvida um excelente exemplo de que uma criança com autismo não é falta de imaginação, empatia e senso de humor.

Indicadíssimo!

5. Mundo singular – entenda o autismo

Prosseguindo com as recomendações de livros sobre autismo, talvez esse seja o mais completo, ou o que fornece o guia mais didático sobre o transtorno.

Relata com uma linguagem bem acessível os desafios, tratamentos e as perspectivas de futuro para crianças que sofrem desse distúrbio neurológico.

Traz recomendações para pais, professores e familiares sobre como interagir com essas pessoas, como abordá-las. Todas as informações devidamente embasadas por estudos científicos a respeito do tema.

6. Brilhante

Mas um caso de livro de relato pessoal inspirador. Mas dessa vez a mente por trás da obra não é atingida diretamente pelo TEA, mas indiretamente.

Kristine Barnett é mãe de Jacob Barnett, considerado um gênio por ter QI maior do que o de Albert Einstein. Conta com uma memória fabulosa, fotográfica e em duas semanas aprendeu a fazer cálculos sozinho.

Aos nove desenvolveu uma teoria brilhante sobre astrofísica e aos 12 se tornou um pesquisador remunerado em física quântica.

Contudo, o jovem precisou lidar com os desafios impostos pelo autismo e quase veio perder a batalha, se não fosse pela intervenção providencial de sua mãe.

Ela decidiu contrariar a opinião do marido e de profissionais que acompanhavam o caso de seu filho para seguir com o seu instinto poderoso de mãe.

Livraço!

7. Autismo – compreender e agir em família

Concluindo a lista de indicados de livros sobre autismo, já ouviu falar do Modelo Denver? É um programa de intervenção precoce em crianças que apresentam autismo considerado revolucionário.

As autoras desse modelo, Sally Roger, Laurie Vismara e Geraldine Dawson, escreveram esse livro e nele ensinam estratégias para incentivar a interação das crianças, a brincarem utilizando a linguagem e se envolvendo com outras pessoas.

Gostou deste conteúdo sobre livros sobre autismo? Então curta, compartilhe, avalie. Seu apoio faz a diferença.